quarta-feira, 28 de janeiro de 2009

AJP PR5 250

A outra moto que ocupou mais espaço no cartão de memória da minha maquina fotográfica foi a Nacional AJP PR5, de 250cc, ainda em protótipo, mas a iniciar a sua comercialização já em Julho próximo, segundo o construtor, a um preço muito aliciante, abaixo dos 5000€.

A moto tem realmente pormenores de grande nível, como o braço oscilante em alumínio fundido, ou o depósito de combustível por baixo do assento e mesmo o próprio quadro que me pareceu de grande qualidade e rigidez.

O motor é baseado na unidade Honda de 250cc, 4 tempos, que equipava as antigas XR, mas alimentado por injecção electrónica, tendo tudo para ter grande fiabilidade e baixa manutenção.

Ficam algumas fotos.







segunda-feira, 26 de janeiro de 2009

Expomoto 2009 - Batalha

Começou este fim-de-semana a Expomoto na Batalha e eu lá fui a caminho, aproveitando também para passar no almoço de encerramento do troféu WTC.

Se bem me lembro esta foi a vez que vi a exposição da Batalha mais composta, 3 pavilhões cheios e uma clara aposta de alguns importadores em ter stands chamativos e com qualidade, excepto a Honda que me pareceu não estar à altura do que a concorrência apresentou.

Como este ano parece que a FIL não vai ter motos, parece que voltamos a ter um único salão a nível nacional e é na Batalha.

Muitas motos e acessórios vi por lá mas houve 2 máquinas que ocuparam mais espaço no cartão de memória da minha maquina fotográfica, a BMW G450X com que Bianchi Prata terminou o Argentina-Chile deste ano e a outra vou deixar umas fotos mais para o meio da semana…








quarta-feira, 21 de janeiro de 2009

Duelo Ducati-Ferrari


O Campeão do Mundo de MotoGP de 2007 Casey Stoner foi mais forte na corrida de Karting no gelo que serviu de encerramento na semana passada ao tradicional encontro Ducati e Ferrari, o Wrooom, batendo o vice-Campeão de F1 Felipe Massa numa corrida em quatro rodas.

O evento anual da Ducati e Ferrari, Wrooom, terminou na sexta-feira na estância de esqui de Madonna di Campiglio, no Norte de Itália, com o antigo Campeão do Mundo de MotoGP Casey Stoner a sagrar-se vencedor da excitante corrida de Karting no gelo que contou ainda com a participação do seu novo companheiro de equipa Nicky Hayden, bem como da estrela de F1 da Ferrari Felipe Massa.

Tradicionalmente a Ducati e a Ferrari levam a cabo as suas apresentações de pré época em conjunto nas montanhas Dolomite e os pilotos de MotoGP aproveitaram a semana para esquiarem e levarem a cabo mais algumas actividades, tudo isto por entre momentos mais sérios como sessões de fotografias e conferências de imprensa enquanto a Ducati Desmosedici GP9 foi dada a conhecer e Hayden foi formalmente apresentado à imprensa pela marca italiana.

Contudo, o seu sucessor como Campeão do Mundo de MotoGP, Stoner, foi quem chamou a si a maior parte das atenções na sexta-feira ao levar de vencida a corrida amigável no gelo, relegando Massa para o segundo posto, o piloto de testes da Ferrari Luca Badoer para terceiro e Hayden para quarto. O finlandês companheiro de equipa de Massa, Kimi Raikkonen esteve ausente devido a febre.

Fonte: motogp.com

segunda-feira, 19 de janeiro de 2009

Argentina Chile 2009 – Final





Hélder Rodrigues terminou em grande estilo a sua participação no “Dakar”. O piloto português ganhou a derradeira etapa, assegurando assim o 5.º lugar no final da prova. A satisfação nas hostes nacionais era extensiva a Paulo Gonçalves, 10.º da “geral”, e a Bianchi Prata, que conseguiu mesmo fechar o lote dos trinta primeiros classificados.

A última etapa deste "Dakar" sul-americano disputou-se entre Córdoba e Buenos Aires, incluindo um sector selectivo de 227 Km em pistas muito rápidas. Hélder Rodrigues entrou em acção apenas com 44 segundos de vantagem sobre Pal Anders Ullevalseter, lançado ao ataque para não ser surpreendido pelo norueguês.

Com as restantes posições de topo consolidadas, foi sem surpresa que Rodrigues e Ullevalseter surgiram como os mais rápidos do dia desde os primeiros quilómetros da "especial". A fase inicial do duelo foi muito equilibrada, pois ao Km 88 o lusitano só tinha conseguido ganhar 3 segundos ao adversário directo. A seguir Hélder incrementou mais o ritmo, e após 140 Km já tinha angariado 48 segundos sobre Ullevalseter. Uma vantagem determinante, pois na parte final do troço ambos os pilotos se debateram com o desgaste dos respectivos pneus traseiros.

Assim, Hélder Rodrigues conquistou a sua terceira vitória em etapas no "Dakar", batendo hoje Ullevalseter por 2m07s. O lusitano repete também o 5.º lugar na prova, que já conquistara há dois anos, confirmando o estatuto de piloto de topo no TT internacional. "Foi um dia muito feliz, com uma etapa muito dura, principalmente a nível psicológico," esclareceu Rodrigues. "Na parte final do troço o meu pneu traseiro já acusava bastante desgaste, mas serrei os dentes porque não queria perder o 5º lugar."

Tal como Rodrigues, também Paulo Gonçalves concluiu a sua terceira participação no "Dakar", mas agora com um resultado francamente superior – um expressivo 10.º lugar da "geral", sendo o segundo melhor entre os condutores de motos até 4500cc, e melhor representante da Honda.

Partindo para esta etapa com meia-hora de vantagem acumulada sobre o 11.º classificado, naturalmente Paulo Gonçalves imprimiu uma toda bastante calculista para evitar contratempos de última hora. Em consequência, o piloto de Esposende foi 17.º neste dia, chegando a Buenos Aires para comemorar um desempenho de grande qualidade ao longo da prova.

"A especial de hoje era muito rápida, sendo difícil acompanhar as motos de maior cilindrada," declarou Gonçalves. "Dado o avanço que tinha para os adversários mais directos, optei por uma condução prudente para terminar sem correr riscos desnecessários. Hoje, o meu objectivo era proteger o que tinha alcançado."

Satisfeito está também Pedro Bianchi Prata, que completou a sua segunda participação na grande maratona. A estrear uma nova moto, a BMW 450cc, o portuense conseguiu mesmo terminar entre os trinta primeiros. Aliás, no final da penúltima etapa tinha sido reclassificado para 29.º, devido a problemas sofridos por dois adversários. Esse facto deu-lhe margem para hoje rolar de forma defensiva, evitando riscos escusados. Assim, Bianchi foi 60.º na etapa, terminando este "Dakar" na 30.ª posição absoluta, e 13.º na classe até 450cc.

"Hoje andei com calma para completar este rali," afirmou Bianchi. Quanto à globalidade da prova, foi um Dakar diferente, vi e vivi momentos indescritíveis em dois países lindos. O apoio do público é o que mais me marcou. Gostava de ter terminado num lugar mais à frente, mas as circunstâncias não permitiram isso. "

O espanhol Marc Coma conquistou o seu segundo triunfo no "Dakar", ele que comandou esta edição desde o primeiro dia. Após os problemas de pneus verificados nas etapas iniciais, Cyril Despres recuperou até ao 2.º posto, enquanto David Fretigné impressionou ao conduzir a sua moto de 450cc até ao 3.º lugar absoluto. Chegaram ao fim 113 pilotos, pouco mais de metade dos 216 participantes na categoria moto.

Classificação – Final: 1.º Marc Coma (KTM) 52h14m33s; 2.º Cyril Despres (KTM) a 1h25.38; 3.º David Fretigné (Yamaha) a 1h38.56; 4.º David Casteu (KTM) a 2h17.54; 5.º Hélder Rodrigues (KTM) a 2h22.11; 6.º Pal Anders Ullevalseter (KTM) a 2h25.02; 7.º Jordi Viladoms (KTM) a 2h28.29; 8.º Frans Verhoeven (KTM) a 2h50.39; 9.º Henk Knuiman (KTM) a 3h22.41; 10.º Paulo Gonçalves (Honda) a 4h12.42; … 30.º Bianchi Prata (BMW) a 13h27.56.

Fonte: fnm.pt

terça-feira, 13 de janeiro de 2009

Argentina Chile 2009 – Hélder Rodrigues Quarto na Etapa

Mais uma excelente prestação de Hélder Rodrigues na mais longa (pelo menos antes de a encurtarem em 200km!) e dura etapa deste Argentina Chile 2009, a conseguir terminar a etapa na 4ª posição e a subir assim ao 5º posto da classificação geral. Como está apenas a 11 minutos do aguadeiro do Coma, o Viladoms, ainda há uma esperança que melhore, tem é que ter também atenção ao Casteau, que lhe vai a morder o pneu traseiro, com apenas mais 2 minutos.

O Paulo Gonçalves também teve uma boa prestação na etapa ao alcançar a 12ª posição e ocupando agora o 11º posto na geral e 2º na classe 450cc. Com alguma sorte ainda entra no Top 10.

Bianchi Prata terminou a etapa na 47ª posição, ocupando a 37ª posição da geral.

Boa Sorte a Todos.

Foto: Jurgen Weisz

terça-feira, 6 de janeiro de 2009

Ivo Kastan – Gannda Malucoo!!



Esta prova continua a proporcionar algumas participações mais exóticas…

O Checo Ivo Kastan já não é estreante no Dakar, esta já é a sua 9ª participação, mas desta vez terá de certeza um sabor diferente, pois irá pilotar a moto mais pequena do Dakar, uma Honda 150cc a 4 tempos.

Das suas oito participações anteriores, conseguiu terminar cinco vezes e já afirmou: “Continuarei até que o corpo aguente”. Mais nada…

Infelizmente abandonou hoje, na 4ª etapa, mas seguia na frente de muitos “meninos” com máquinas bem mais musculadas.

O espírito também conta Ivo!

Para quem perceber alguma coisa de checo ou quiser ver mais algumas fotos:
www.ivokastan.cz

Nota: Hoje mais uma excelente etapa para Hélder Rodrigues que subiu ao 8º posto da geral, e para Paulo Gonçalves que ocupa agora a 13ª posição da geral. A lamentar a desistência de João Rosa por acidente.

segunda-feira, 5 de janeiro de 2009

“Espécie de Dakar 2009”


Depois da frustração com a anulação do Dakar 2008 pela ASO, ainda por cima com partida de Portugal, de ter acabado com a clássica “Baja Las Pampas”, e de ter feito tudo para inviabilizar a Africa Race, que tenho pena que não tenha tido ainda tanto sucesso, pois representa o verdadeiro Dakar, a ASO lá segue com esta espécie de Dakar que por muito que sejamos contra lá acompanhamos por gosto a este mundo da competição todo-o-terreno, e que agora se desenrola na Argentina e Chile.

As boas notícias são que os Portugueses continuam a brilhar e hoje Hélder Rodrigues fez uma excelente etapa com uma 10ª posição, subindo ao 13º posto da geral.

Hélder Rodrigues dá salto na classificação

Hélder Rodrigues teve hoje um dia positivo ao conquistar o décimo lugar na terceira etapa do Dakar Argentina-Chile, naquela que foi a segunda especial mais longa do rally, que contou com 551 quilómetros num percurso muito exigente para os pneus.

Vigésimo motard a arrancar, o piloto da Lagos Team/TMN teve mais um excelente desempenho, rodando com regularidade no Top 10, e destacando-se como o melhor piloto português.

"Estou feliz com a etapa de hoje porque, para além de ter sido a segunda maior especial, dei um bom salto na classificação geral quando ainda só vamos na terceira etapa", referiu Rodrigues, que hoje saltou para a 13ª posição da geral.

Num terreno diversificado, em pedra e areia, o piloto português sentiu-se, particularmente, à vontade, não denotando grandes dificuldades, mas na qual a poupança dos pneus foi primordial, algo que o motard luso conseguiu. No CP1, Rodrigues foi 11º, uma posição à frente do vencedor da etapa de ontem, o holandês Verhoeven, recuando depois um lugar na passagem pelo segundo check-point, no quilómetro 434.

Na parte final da especial argentina, em piso de gravilha, o piloto luso forçou o andamento, deixando para trás pilotos que hoje se debateram com maiores dificuldades, como foi o caso do polaco Czachor, de Verhoeven ou ainda do francês Cyril Desprès, novamente infeliz, perdendo hoje mais de uma hora para Marc Coma.

Entre os outros Portugueses em moto, Paulo Gonçalves também fez hoje uma boa etapa, subindo ao 18º posto da geral. Luís Ferreira ocupa a 38ª posição da geral, João Rosa a 47ª posição e Pedro Bianchi Prata a 62ª posição à geral. A lamentar a desistência por acidente de Pedro Oliveira.

Nos Camiões Elisabete Jacinto também tem dado bem conta do recado e ocupa a 30ª posição da geral.

Boa sorte a todos!

Notícia e foto: autosport.aeiou.pt

domingo, 4 de janeiro de 2009