segunda-feira, 28 de abril de 2008

Novo Projecto – XF 17

Pois é, já há alguns dias que não passava aqui pelo “estaminé”, mas tenho estado ocupado com este novo projecto no “Atellier de Mecânica”. Este é um projecto tripartido (Rui, João e Luís, Lda...) a que decidimos chamar “FAMEL XF 17 SUPER TZR”, ou Zéfinha para os amigos, e consiste em fazer um ser mutante a partir de uma XF 17 e de uma TZR. UUUUIIII!!

Vamos ver o que sai.

Aqui está a XF conforme chegou do Montijo. Gosto da águia no depósito!!



Partida, largada, fugida..... Peso? Não faz falta? Fora.

Tanto fio pendurado! Será que volta a trabalhar?

E eis que surge a “Dadora”


Aqui na versão mais leve.

Primeiro “cruzamento” de peças. Suspensão dianteira, roda e travões da TZR passam para a XF. Foram usados os triângulos de origem da XF, requer menos adaptação, tem que levar apenas enchimento no eixo e bomba de travão. Espero eu!!

Continua em breve.

Casal DT - # 8

Este projecto vai entrar por uns tempos em “stand by”, valores mais altos se levantam, e a urgência do novo projecto requer dedicação exclusiva. Eh eh!

Por agora fica como se pode ver na foto.


Já tem mais uma peças novas:

- Cremalheira – 15€
- Corrente – 10€
- Maxilas Frente – 7,5€
- Manetes e aclelerador – 16€ (pagar!!)

Continuação na 2ª série...

segunda-feira, 21 de abril de 2008

Schumacher em KTM

Michael Schumacher parece definitivamente ter descoberto a sua faceta de piloto em duas rodas. Desta vez numa participação no Troféu Ktm Duke, em Misano, e parece que não se sai nada mal...

Pelos vistos perdeu-se um grande piloto de motos.

Aguardam-se mais incursões de Schumacher neste campo, que até tenta ser discreto, mas em vão.

Aqui fica o vídeo:


terça-feira, 15 de abril de 2008

Chaços Cup 2008 – Oiã - Máquinas

Ainda a propósito do Chaços Cup, em Oiã, aqui ficam algumas fotos de preparações que por lá voaram baixinho...

Sim, porque chaços mesmo chaços, só a nossa e mais 3 ou 4...

A vencedora foi a moto vermelha em 2º plano na 1ª Foto, mas não tenho nenhuma só dela.





quinta-feira, 10 de abril de 2008

GP de Portugal 2008 - Estoril

Já neste fim-de-semana!!


Os heróis do motociclismo de Velocidade vão competir no Autódromo do Estoril pelo nono ano consecutivo. Desta vez chegam mais cedo, na Primavera, proporcionando à “aficcion” lusitana uma observação privilegiada das hostes na fase inicial do Campeonato do Mundo. O espectáculo, esse, é sempre garantido.

Por estes dias todos os narizes empinam para o céu, quais barómetros meteorológicos. E se chover no Domingo?... Muito simples, o espectáculo até pode ser redobrado. Qualquer adepto que assistiu ao vivo à edição de 2002 – sob chuva – não hesita em qualificar esse Grande Prémio como um dos mais emocionantes no Estoril.

Equipas e pilotos têm necessariamente outra opinião. Para eles, já bastam as trabalhosas especificidades da pista lusitana – o vento, que nunca se sabe quando sopra, com que intensidade e direcção; temperatura incerta do asfalto; ou um traçado exigente para acerto das afinações, pois tanto requer muita "cavalagem" na recta da meta como potência a baixos regimes nos sectores sinuosos, na pista mais lenta do Campeonato. A "trabalheira" é redobrada quando chove, sobretudo se S. Pedro abrir a torneira de forma intermitente, alternando com "abertas" ao longo do fim-de-semana. Nesse caso, o "ranger de dentes" atinge o clímax, nomeadamente quanto à escolha de pneus.

Com chuva ou sem ela, o espectáculo está sempre assegurado, tanto mais que o G.P. de Portugal constitui apenas a terceira jornada da competição. O "cheiro" a material novo em evolução, bem como as diferenças reduzidas entre os favoritos na tabela de pontos, admitem variado leque de prognósticos para as corridas de Domingo.

Quem vai ganhar em MotoGP?... Será Rossi pela sexta vez nesta pista, conduzindo uma Yamaha mais competitiva que no último par de temporadas?... Dani Pedrosa com a Honda?... O actual campeão, Casey Stoner, aos comandos da Ducati?... Jorge Lorenzo, em Yamaha, conseguirá o seu primeiro triunfo na "classe-rainha"?...

Os pilotos referidos ocupam as quatro primeiras posições do Campeonato, com Pedrosa na frente. A seguir surgem dois novos "recrutas" do MotoGP (além de Lorenzo) – o italiano Andrea Dovizioso (Honda) e James Toseland (Yamaha), este o britânico campeão do mundo de Superbikes. Depois, o campeão MotoGP de 2006, Nicky Hayden (Honda), e o experiente Loris Capirossi (Suzuki). E se chover?... Então, será maior o lote de candidatos à vitória, pois o pelotão está bem recheado de condutores hábeis.

Claro que as "motos grandes", esses espantosos protótipos de MotoGP, concentram particularmente as atenções. Mas na manhã de Domingo o ambiente começa a "aquecer a sério" quase duas horas antes com a prova de 250cc, enquanto este ano as 125cc fecham o programa de corridas. Duas classes que também fazem subir – e muito – a adrenalina dos aficcionados.

Por outro lado, em 250cc vai alinhar um piloto português. Trata-se de Sérgio Batista, vencedor do Campeonato de 85cc em 2006, e este ano empenhado no "Nacional" de StockSport 600. Aos comandos de uma Honda RS já com alguns anos, a missão de Batista passa essencialmente por tentar obter, nos treinos qualificativos, um tempo que garanta o apuramento para a corrida.

Outro lusitano em acção será Miguel Oliveira, envolvido na prova de apoio "Red Bull MotoGP Rookies Cup", cuja corrida está marcada para a tarde de Sábado. Trata-se de uma competição monomarca, pois "jovens lobos" seleccionados conduzem as KTM 125. Miguel Oliveira já experimentou essa moto durante dois dias de treinos no Autódromo, e apesar da pouca familiaridade com a "montada", procurará explorar o seu profundo conhecimento do circuito para conseguir um desempenho relevante.

Lá estarei.

Fonte: fnm.pt e circuito-estoril.pt

segunda-feira, 7 de abril de 2008

Casal DT - # 7

Mais uns “euricos” a juntar ao orçamento do projecto:

- Pneu dianteiro – 30€
- Pneu traseiro – 39€
- 2 câmaras de ar – 10€
- Pinhão de ataque – 3,5€

Na foto estão dois mas um deles é para outra máquina cá de casa que também tem motor Casal.
Já ficou encomendado o restante da transmissão, cremalheira e corrente.

terça-feira, 1 de abril de 2008

Chaços Cup 2008 - Oiã

Fim-de-semana 5 estrelas passado em Aveiro, companhia de amigos, bom hotel, boa comida e um motivo que agrada sempre – andar de moto – nem que seja de 50cc, como aconteceu desta vez.

A equipa foi de véspera, no sábado, porque as corridas começaram no domingo logo pelas 9:30h. Levantar cedo e não é para trabalhar!

Verificações técnicas, últimas afinações (faz de conta!) e toca a treinar. Primeira etapa e primeira ida às boxes – o carburador soltou-se. Lá se conseguiu solucionar o problema (com uma caixa de cigarrilhas!) e siga para a partida mesmo em cima da hora.

A partida no habitual estilo “Le Mans”, só por si já é um espectáculo, e a partir daí – LENHA!!

Passadas 3 horas, 162 voltas, 105 km, 3 idas ao tapete, VÁRIAS avarias e idas à boxe (também para ver o GP de Jerez), lá conseguimos levar a nossa Casal de 1977 até ao fim, e não foi em último...

Se tivesse corrido tudo bem e sem percalços que estórias tínhamos nos próximos fins-de-semana para contar?? Ok, para a próxima menos umas avarias.

Obrigado também à restante “comitiva” (Ana & Ana).


"Entrenamientos"

Partida

Lenha!!!