quinta-feira, 12 de julho de 2012

Confersil Project - 5

Mais umas peças e a bicla toma a sua forma final.









 “Frente e verso”:



Só de me lembrar que já esteve assim:


The end!



quarta-feira, 4 de julho de 2012

Picos da Europa – Finalmente também lá fui! – 3

4º Dia

Saída de Santander de regresso ao parque dos picos da Europa

Santander – Santillana del Mar-Comillas–Panes-Potes

Fiquei desiludido com Santillana. É giro e medieval, e tal, mas demasiado turístico, o que se reflete nos preços. Comi a pior refeição de toda a viagem em relação qualidade/preço.

Comillas tem uma praia simpática e uma das únicas obras do Gaudi fora de Barcelona, que actualmente é um restaurante.

De novo nos picos. Chove ou não chove!?!?!? 

Desfiladeiro la Hermida:





Chegada a Potes por volta das 17h, com o tempo a ameaçar (muita!) chuva.

A pergunta que se impunha: Continuamos ou conhecemos melhor Potes e dormimos por aqui?

Ganhou a 2ª opção, e bem, pois 1 hora depois começou uma monumental chuvada que se repetiu várias vezes pela noite. E valeu a pena conhecer e jantar por Potes. A sopa de cozido era divinal!

Potes:





5º Dia

Depois da tempestade vem a bonança!

O dia amanheceu solarengo e siga para bingo, ou seja para sul.

Potes-Riaño-Cistierna-Salamanca

Mais umas estradas e vistas fantásticas:





Nem te deixam sair dos picos se não tirares uma foto no corzo:

Nesse dia a viagem continuou até Salamanca. E também choveu bem durante a noite!

6º Dia
Mais uma vez o dia acordou com sol e a pedir km, e nesse dia iam ser muitos.

Salamanca-Cáceres-Badajoz-Montemor-o-novo-Évora-Moura

Felizmente a viagem correu bem. Chegámos cansados mas felizes da viva.

Nota final para a minha motinha que mais uma vez se portou à altura e sem resmungar.

Consumo médio de toda a viagem com condutor, pendura e 3 malas: 4,9 litros/100.

Do melhor!

segunda-feira, 2 de julho de 2012

Picos da Europa – Finalmente também lá fui! – 2


3º dia, mais Picos da Europa.

Cangas de Onis-Covadonga-Lagos-Panes-Santander

Catedral de Covadonga:

Pelayo:


Máquina!!:
Andavam várias motos clássicas a passear pelos picos, encontrei-os em vários locais, e com bandeiras de vários países, e mais umas carrinhas tipo mercedes vito a acompanhá-los (e a levar a bagagem, digo eu!).


Cueva:


Estrada para os lagos:








Lago Enol, bastante mais deslumbrante ao vivo:


Lago Ercina:




E finalmente Santander:
 Santander é uma cidade tipicamente portuária e curiosamente fez-me lembrar Almeria, que fica no lado oposto da península ibérica.




Mar Cantábrico:


Continua...