quinta-feira, 31 de janeiro de 2008

Lisboa Bamako Chalenge 2008 – Final em Grande


Lá terminaram a sua aventura de chegar a bamako, e ainda por cima, com 6 dias de antecedência – Ah ganda “R five”, que mesmo com 22 anos se portou ao seu melhor nível.

Muitos parabéns aos aventureiros que já vêm a caminho de Lisboa.

Espero que o Belafonte seja leiloado por um valor bem alto (a reverter para obras de caridade no Mali), que é para isso que ele para lá foi, e que continue a rodar por bons anos.

Mais informações: visão.pt e dunemission.blogspot.com

segunda-feira, 28 de janeiro de 2008

Lisboa-Dakar 2008 – O vencedor

Aí está o verdadeiro vencedor do Lisboa-Dakar 2008.


E provavelmente o responsável pelo seu fim.

Fala-se de uma forte possibilidade de a prova rumar á América do Sul e abandonar definitivamente o Norte de África.

Com isto deixa de fazer sentido algum chamar-se Dakar, não me parece que um país que apoie a prova, concorde em dar-lhe o nome da capital de outro, sem que a prova sequer passe lá perto.

domingo, 27 de janeiro de 2008

Casal DT - # 3

O projecto vai em velocidade de cruzeiro, mas sempre a avançar.


Novas “palas” laterais, em alumínio, isto é uma máquina para duros...


O quadro já está mais branquinho, mas ainda só tem a primeira demão.


Lá consegui recuperar para a vida o descanso lateral, aproveitei a fixação do quadro e mola, só falta pintar.

Continua...

quinta-feira, 24 de janeiro de 2008

Shelby GT

Muito bom este anúncio.

-...vão-me prender?

-Ainda não...

EH Eh Eh!!!

segunda-feira, 21 de janeiro de 2008

Lisboa Bamako Chalenge 2008

Mesmo sem Lisboa-Dakar 2008, há outras aventuras de Portugueses que vale a pena acompanhar. Esta aventura está inserida no Plymouth Dakar Chalenge, e foi idealizada para ser feitas com custos reduzidos e fins humanitários.


Um carro com 22 anos, mais de 5500 quilómetros a percorrer pela costa africana e deserto do Sara, sem qualquer tipo de apoio ou ajuda de meios técnicos, contando apenas um com o outro e com as restantes equipas participantes. É assim que os dois amigos Sérgio Honrado e Paulo Viegas vão viajar durante 20 dias, de Lisboa até à capital de Mali, Bamako.

O desafio Lisboa-Bamako 2008 é uma das rotas do projecto The Plymouth-Dakar Challenge, que teve início em 2002 para demonstrar ao mundo que sem dinheiro – ou pelo menos, com pouco – também é possível alcançar o que os grandes do Dakar alcançam. Aos participantes, é-lhes pedido apenas que consigam completar o desafio, dentro das regras – o carro não pode custar mais que cerca de 135 euros, e o custo da sua preparação não pode ir para além dos 20 –, findo o qual as viaturas são leiloadas e o montante arrecadado, entregue para obras de caridade, em África.

Continua aqui...


Há quem sonhe com o Dakar, mas eu já me contentava com alguns desafios como este, com menos competição e com um espirito mais enraizado de entreajuda entre os participantes.

Pode ser que um dia...

Mais informações: visão.pt e dunemission.blogspot.com

quinta-feira, 17 de janeiro de 2008

Race to Dakar

Já que não houve Lisboa-Dakar, comecei esta semana a ver isto:


É a história da preparação e participação no Lisboa Dakar 2007 (Parece!), do Charley Boorman, actor, que foi um dos aventureiros do Long Way Round (
ver link aqui), juntamente com Ewan McGregor, também actor (Guerra das Estrelas, Trainspotting, etc).


Ainda só vi o primeiro episódio, mas estou a gostar.

Já agora não há por aí uma alma caridosa que arranje legendas em Português para isto?

Ok, tirei no emule, mas juro que quando vir á venda vou comprar!!

terça-feira, 15 de janeiro de 2008

Eskimós 2008

“O verdadeiro espírito Motociclista de confraternização aliado às condições mais adversas de viagem e acampamento. Sem esquecer o calor reconfortante das fogueiras…”

É neste espírito que irá decorrer nos próximos dias 15, 16 e 17 de Fevereiro, o que se pretende que seja o renascer do espírito das concentrações invernais no nosso país.

Esta irá realizar-se no Covão d’Ametade, em plena Serra da Estrela, onde decorreram as primeiras edições dos Lobos da Neve, e será também realizada por amigos de vários Moto Clubes Nacionais e com o apoio da FNM.

segunda-feira, 14 de janeiro de 2008

Casal DT - #2

Aproveitei umas horas do fim-de-semana, que até foi chuvoso no Domingo, para dedicar a este projecto.

A parte do “desmontar” já vai avançada, já há peças por todos os lados.

O braço oscilante, que estava numa espécie de cor-de-laranja, já está pronto para a pintura, depois de ter recebido também umas soldaduras de reforço e reparação.


O quadro já está a ser raspado, lixado, soldado, aligeirado… para depois receber uma pintura.


O motor ainda tem que levar uma grande limpeza, por agora já está sem carburador e filtro de ar e perdeu uns kg de terra.


Atenção: Procuro uma panela de escape de Yamaha DT 50 LC, quem tiver para venda ou souber de alguma, mesmo em mau estado, agradeço que me informe.

terça-feira, 8 de janeiro de 2008

Casal DT - #1

Novo projecto na calha, agora virado para o “TT”.

Depois deste chaço:


Se ter transformado, com muito trabalho, neste… chaço:


Eis que surge agora este “monte de peças enferrujadas”:


Ciclistica: Yamaha DT 50
Motor: Casal de 5 Vel. – Refrigerado a ar
Valor de aquisição: 50€
Está legalizada.

Mau estado geral, muita ferrugem, muitas peças a reparar, muitas peças para o lixo… enfim, muitas horas de trabalho (e alguns euricos…).

Vamos ver o que sai daqui.

Vou tentar dar notícias por aqui do andamento dos trabalhos.

segunda-feira, 7 de janeiro de 2008

Padock Yamaha


Já tinha pensado nesta situação várias vezes.

Como irá gerir a Yamaha, a situação de ter dois fornecedores de pneus, ainda por cima na mesma equipa, e conseguir manter em sigilo, os segredos, as inovações, os truques, de cada fornecedor?

Vamos ver o que isto vai dar…

sexta-feira, 4 de janeiro de 2008

Lisboa-Dakar 2008

Já estava a preparar a “troucha” para ir ver as máquinas do Dakar mas... prova anulada.

Lá se vão aqueles 20 dias de início de ano, em que os noticiários da tv e os jornais dão mais destaque ao Dakar, do que ao futebol...

Lá se vai aquela ânsia de querer saber: “Então e os Portugueses vão bem classificados?”

E logo na comemoração do 30 anos da prova. Será que para o ano temos competição?

Bastará um bando de energúmenos talibã fazerem uma ameaça, uns dias antes do arranque da prova, para se cair na mesma situação?!?

Voltará o Dakar a ser o mesmo, ou passará a um “Dakar Light”, como o de 1997?

Eu tenho esperança que regresse o verdadeiro Dakar.