sexta-feira, 30 de março de 2007

Estádio/Circuito Algarve

Quem acompanhou hoje o Rally de Portugal certamente viu a excelente pista que foi montada no Estádio Algarve para as especiais cronometradas da prova Portuguesa do Mundial.


E porque não deixar o Estádio assim?

Porque não transformar o Estádio num centro de desportos motorizados com circuitos adaptáveis a Autocross, Kartcross, Motocross, Supercross, Supermotard?

Porque não transformar a zona envolvente do Estádio num ponto de apoio para as provas realizadas no Algarve (Bajas, Rallies, etc) e até provas de Resistência TT ao estilo de Fronteira e Arraiolos?

Os Fãs dos desportos motorizados agradeciam e o Algarve também.
Quem tiver dúvidas pode consultar o
Estudo de Impacto Vodafone Rally de Portugal 2007 na Economia do Turismo e Imagem do Algarve e Baixo Alentejo, que se estima em aproximadamente € 27.600.000 (sim 27 milhões de euros).
Por mim ficava assim. eh eh!

Imagens: autoportal.iol.pt

quinta-feira, 29 de março de 2007

segunda-feira, 26 de março de 2007

Jerez – Rossi Sem Espinhas


Valentino Rossi ganha segunda prova do campeonato, em Jerez de la Frontera, pondo fim a um jejum de 5 provas sem ganhar.

Quem também esteve em destaque foi Dani Pedrosa com a sua segunda posição depois de ter conseguido a Pole no dia anterior. Será o início do duelo Rossi vs Pedrosa?

O terceiro lugar do pódio foi para Edwards, conseguindo assim a Yamaha assegurar dois lugares no pódio.

A próxima será na Turquia.

Fonte: motogp.com

sábado, 24 de março de 2007

Circuito Monteblanco

Quem não pára são os nossos vizinhos espanhóis, que estão prestes a inaugurar mais um circuito de velocidade, o Circuito Monteblanco, situado na Andaluzia, a 40 km de Huelva e cerca de 100 km de Faro.


O circuito é propriedade do empresário Thierry Reynaud e tem quase 4,5 km de extensão, incluindo a recta da meta com de 960 m. Alem de permitir vários traçados alternativos, dispõe ainda de um sistema de aspersão que permite testes em piso molhado.

Podem ver mais aqui:

http://www.circuitomonteblanco.com

E é de lembrar que este circuito se encontra a poucas centenas de km de outros importantes circuitos espanhóis, Jeres e Almeria. Será por isso que Espanha tem tantos pilotos em motos e automóveis a disputar os vários campeonatos de velocidade? Adivinha-se a resposta.



E nós por cá?

Tivemos um projecto para um Autódromo Faro-Loulé que não passou disso mesmo – um projecto, e no mesmo local foi construído o Estádio do Algarve. Estádio esse que tem sérios problemas de rentabilidade pois as receitas que gera, ao que parece, nem cobrem as despesas de manutenção, quanto mais o investimento.

Temos o projecto da Parkalgar, do Autódromo Internacional do Algarve, em Portimão, cujo processo burocrático de licenciamento se encontra em aprovação desde 1999 (sim desde 1999!!!) e que parece só agora poder dar os primeiros passos depois da declaração do governo de Projecto de Potencial Interesse Nacional e da alteração do Plano Director Municipal de Portimão.

Será desta?

Vejam lá isso.

quinta-feira, 22 de março de 2007

B&B - #4

Então e esta semana não temos Babes? Claro que temos, mas é com botas.

terça-feira, 20 de março de 2007

Casal Huvo 50cc – 224,580 km/h

Isso mesmo, 224,580 km/h, numa pequena 50cc, projecto em parceria da marca Portuguesa Casal e da Holandesa Huvo.

O feito notável foi levado a cabo na cidade Holandesa de Leystad, pelo piloto Jan Huberts, a 3 de Agosto de 1981, já lá vão mais de 25 anos, constituindo até agora ( a última actualização foi em Fevereiro de 2004) Recorde Mundial da Categoria.

O livro de recordes da Federação Internacional de Motociclismo pode ser consultado aqui:

FIM World Records Book

Na foto pode ver-se o aspecto da máquina, parece mais um “Míssil”, e notar o empenho das duas marcas neste projecto, cujo motor era da responsabilidade da Casal, enquanto que o quadro e outros componentes estavam a cargo da Holandesa Huvo.

Pena os administradores da Casal não terem conseguido adaptar a empresa ao mercado e assim conseguir combater a grande concorrência Japonesa, Italiana e até Espanhola.

domingo, 18 de março de 2007

O Caminho Mais Longo


Comecei a semana passada a ler este livro que relata a aventura de Ewan McGregor, actor de cinema (Trainspoting, Moulin Rouge, Guerra das Estrelas, etc) e fanático confesso por motos, que um dia reparou que era possível dar a volta ao mundo, atravessando o estreito de Bering e entrar no Alasca a partir da Rússia. Assim, decidiu telefonar ao seu melhor amigo, Charley Boorman, também actor e entusiasta por motos, e convencê-lo a acompanhá-lo numa viagem inesquecível.

Partiram de Londres em duas BMW e durante 15 semanas, percorreram as estradas da Europa, Eslováquia, Ucrânia, Cazaquistão, Mongólia, Sibéria e Rússia, atravessando o Pacífico até ao Alasca, e descendo pelo Canadá até aos Estados Unidos. É uma distância de 30 000 km. Significa ter de atravessar 19 zonas horárias e 3 continentes, passando pelos montes Urais, pelas Montanhas Rochosas e por dois desertos.

Diariamente, a dupla cobria distâncias equivalentes à que separa Londres de Edimburgo numa mota carregada com o equipamento necessário à sobrevivência do homem e da máquina por 3 meses.

A viagem foi inteiramente documentada, com fotografias, e diários escritos ao pé da fogueira, sendo este livro o resultado das suas aventuras.

Até agora estou a gostar, e ainda só vão na República Checa. Recomendo.

Fontes: bertrand.pt ; fnac.pt ; longwayround.com

quinta-feira, 15 de março de 2007

MCM News – Nº 15


Já saiu a edição n.º 15 do MCM News, revista informativa do Moto Clube Moura.

Esta edição conta com uma boa reportagem fotográfica sobre o recente Moura TT 2007, os bastidores do Casting MCM News, reportagem sobre a Expomoto e ainda o Road Trip – Volta das Barragens.

Mais uma capa, mais uma menina, desta vez é a Patrícia a escolhida do mês de Março.

Aguarda-se a próxima edição com a mesma qualidade.

terça-feira, 13 de março de 2007

Qatar – Stoner a abrir


Casey Stoner entrou com o pé direito neste arranque de campeonato, no Qatar, o primeiro com as novas 800cc, passando Valentino Rossi na primeira passagem pela recta da meta e arrebatando a sua primeira vitória na classe rainha, aguentado muito bem a pressão do Penta-Campeão do Mundo.

Dani Pedrosa ocupou o terceiro lugar do pódio, não conseguindo acompanhar o italiano depois de cometer um erro de trajectória.

O Campeão do Mundo Nicky Hayden é que começou mal a defesa do titulo, não conseguindo melhor que o oitavo posto.

Fonte: motogp.com

segunda-feira, 12 de março de 2007

Moto Expo 2007 – O ”Brilho”

Nem só de motos vive o homem, por isso aqui ficam alguns exemplos do “Brilho” da FIL neste Fim-de-Semana.






Moto Expo 2007 – Fotos






Acabei por ir no passado Sábado visitar a Motoexpo na Fil, e apesar de estar mais fraca que o ano passado até gostei. Algumas novidades que gostei de ver pela 1ª vez ao vivo, como a nova Ducati 1098, ou a nova Hornet 600 e a presença dos principais construtores acabaram por animar o evento.

Será que não é de pensar no antigo sistema de rotatividade das feiras (antiga Fil e Exponor), para ser solução para o nosso mercado Nacional? Neste caso teríamos rotação anual Batalha vs Fil e uma grande feira anual em vez de duas “fraquinhas”.

O próximo post será com o “Brilho” da Motoexpo.

segunda-feira, 5 de março de 2007

Yamaha Fiat – Acordo por 2 anos

A longa saga da equipa oficial Yamaha em busca de uma patrocinador chega finalmente ao fim com a confirmação de um acordo com a Fiat para as temporadas de 2007 e 2008.

A apresentação da equipa foi feita em Milão, tendo os pilotos Rossi e Edwards mostrado a nova decoração da M1 800cc, com fundo azul escuro e o logo da Fiat em letras vermelhas e fundo branco.
Fonte: motogp.com

O Futuro?


A ENV é a primeira moto de produção em série alimentada a célula de combustível, é totalmente ecológica, criada em Inglaterra pela empresa Inteligent Energy, entrará em produção ainda em 2007.

O fabricante anuncia uma velocidade máxima de 80 km/h, sendo a autonomia de um tanque de hidrogénio, em circuito urbano, de cerca de 160km.

Será o fim dos motores tradicionais? Então os motores em V, os 4 em linha e até os monocilindricos, que tantas alegrias nos têm dado vão desaparecer? Tenho pena. Como será a sensação de conduzir uma destas motos, sem lhe ouvir o motor, sem sentir o cheiro da gasolina queimada, sem ter que sujar as mãos por que a vela isolou? Estou curioso.

E as conversas de café como serão no futuro? Ah a célula de combustível em V é mais eficiente do que a 4 em linha. O quê?!? Isto não faz sentido nenhum. O futuro é confuso.

Fonte: envbike.com