segunda-feira, 28 de agosto de 2017

Marrocos 2016 – III

Saída de Merzouga de manhã cedo pelo caminho direto a Erfoud. Manhã a fazer quilómetros e a contemplar a paisagem. O almoço foi num restaurante junto da estrada, onde comemos umas costeletas de borrego grelhadas para ganhar forças para ir até às gargantas do Todra. Mesmo numa segunda visita a paisagem impressiona pela grandeza destas escarpas.

Siga viagem para uma cafezinho em Tinherir e começámos a subir o Dadés até ao nosso alojamento situado em pleno vale, muito acolhedor, embora sem grandes luxos.

A manhã seguinte foi feita a explorar o restante vale do Dadés e também o vale das rosas, embora a única rosa que tenhamos visto foi pintada numa parede.

Almoço e passagem por Ouazarzate onde visitámos um dos estúdios de cinema, mas a coisa está um bocado decadente e é mesmo só pela gracinha.

Lá seguimos caminho até Ait Ben Haddou onde iriamos jantar e pernoitar. Em comparação com 2011, a última vez que aqui tinha estado, achei a zona histórica bastante degradada, com paredes caídas, muito lixo espalhado, e um aspeto pouco atrativo. Acho que um património da humanidade merece mais cuidado e proteção.

Manhã de seguir viagem até Marrakech, com passagem pelo Col du Tichka, zona que se encontra em obras e em breve vais ter uma estrada mais segura, uma vez que segundo dizem é uma das estradas onde ocorrem mais acidentes em Marrocos.

A nossa estadia em Marrakech foi de 2 noites pois a cidade merece mais tempo pelos encantos que tem. Praça Djema El Fna, Koutoubia, Palacio El Badi Souk, Palácio Baiha, Madrassa Ben Youssef, os 1001 recantos... um mundo…

Continua… 










Sem comentários: